III Encontro Pernambucano de Gerenciamento de Projetos

Esta semana tive a oportunidade de participar do III Encontro Pernambucano de Gerenciamento de Projetos, organizado pelo Instituto de Gerenciamento de Projetos de Pernambuco (PMI-PE) e pela Câmara Americana de Comércio em Recife (Amcham Recife), cujo slogan foi  Gerenciando Expectativas em Projetos nos Próximos 10 anos. Das 12 palestras apresentadas nos dias 26 e 27 no prédio da FIEPE, em Recife, gostaria de comentar sobre três.

Na palestra Resiliência: A capacidade de enfrentar riscos e crises em projetos, o presidente da Sabbag Consultoria, Paulo Sabbag, falou da habilidade que uma pessoa desenvolve para resistir, lidar e reagir de modo positivo em situações adversas: a resiliência. Para o desenvolvimento ou estabelecimento da resiliência é preciso que haja a vontade de voltar ao estado original, de não deformar-se. Pessoas com alta resiliência possuem autoeficiência, autoconfiança, temperança (menor variação das emoções), proatividade, flexibilidade, empatia, tenacidade e otimismo. São características, claro, que todos almejam possuir, mas que com o dinamismo frenético do dia-a-dia se torna difícil. Mas como já dizia Albert Einstein, não dá pra conseguir resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa…

Na palestra Ferramentas de planejamento e controle do Melhor Projeto de 2009, o gerente geral Daniel Moczydlow falou das técnicas e ferramentas que usou no projeto FEED, eleito o melhor projeto do ano pela Revista Mundo PM (Project Management) e FGV (Fundação Getúlio Vargas), como a estrutura matricial, onde tinha-se um líder para cada módulo do projeto e um líder para cada área de conhecimento (tempo, custo, escopo, …); utilização de técnicas de BPM (Business Process Modeling); RWPP (Rolling Wave Project Planning), com ciclos semanais de revisão de entregas; Fast Tracking (Paralelismo), sendo este um dos principais riscos do projeto, com a necessidade de monitoramento constante para evitar retrabalho; SCRUM, com sprints de 2 a 3 semanas, com escopo flexível, com o planejamento das sprints feito através da técnica de planning poker. Um belo trabalho!

A palestra que mais chamou a atenção, pelo menos para mim, foi Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1: um Caso de Sucesso, apresentada pelo arquiteto e gerente de projeto Edson Machado. Ao longo de uma hora, o palestrante apresentou o tamanho e complexidade do projeto, com riscos de alta probabilidade de ocorrência e com restrições rigorosíssimas, como o horário exato de largada no domingo do Grande Prêmio. Com muito bom humor, Edson falou do projeto com a experiência de quem já o fez por 19 anos. Os entregáveis foram agrupados em Projetos, Contratações, Execução e Operação, tornando a EAP aparentemente simples… Quem dera! Só pra falar de algumas das exigências que tinham que ser atendidas: as carretas que transportavam os carros até o autódromo tinham que ter as cores da escuderia (5 primeiras equipes na classificação); restrição na localização das placas publicitárias sobre quais deviam ficar próximas umas das outras; pintura em verde ou azul em determinados locais para que a TV possa inserir anúncios publicitários virtualmente; tempo máximo de 90 segundos exigido pela FIA para transportar o piloto acidentado do cockpit até o hospital; dentre outros… O que não faltava no projeto era stakeholder, e cada qual com várias exigências que deviam ser geridas. Além das exigências, outra importante característica levantada foi o fator humano no projeto. Todos os funcionários, independente do papel que desempenhavam, tinham o objetivo de realizar o Grande Prêmio Brasil de F1. Desde o cortador de gramas até o gerente de projeto, todos almoçavam no mesmo local, compartilhando seus sentimentos. Ao final do projeto, um churrasco foi realizado com os funcionários e familiares, que receberam camisas dos patrocinadores com os dizeres: “Eu fiz um Grande Prêmio”. Além disso, houve uma preocupação com os stakeholders indiretos, os moradores ao redor do circuito, que receberam cestas básicas durante o ano, além de terem reformas consideráveis em suas comunidades. Mitigação de riscos foi o que não faltou… Muito show!

Mais sobre o evento em http://www.pmipe.org.br/evento2010/, onde serão disponibilizados os materiais das apresentações nos próximos dias.

Anúncios

Sobre adsoncunha

http://adsoncunha.com
Esse post foi publicado em TI e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s